In Olfact

O que é anosmia?

Anosmia é a completa perda do olfato. A simples diminuição do olfato é denominada hiposmia. A anosmia pode ser parcial ou permanente. A parcial pode ser tratada geralmente é revertida mais facilmente.

 

O que pode causar perda de olfato?

A anosmia pode ser a causada por diversos fatores. Os principais deles são:

  • Bloqueio do nariz devido a pólipos nasais, deformidades septais nasais e tumores nasais;
  • Infecções no nariz, garganta ou sinos;
  • Lesão na cabeça e cirurgia nasal ou sinusal com consequente lesão dos nervos olfatórios;
  • Alergias;
  • Distúrbios endocrinológicos (hipotireoidismo, ;
  • Demência ou outros problemas neurológicos;
  • Deficiências nutricionais;
  • Medicamentos que alteram ou diminuem a capacidade de detectar odores (como anfetaminas, estrogênio, nafazolina, fenotiazinas, uso prolongado de descongestionantes nasais, reserpina e, possivelmente, produtos à base de zinco);
  • Radioterapia realizadas na cabeça ou na face.

A gama de condições que podem cursar com anosmia ou hiposmia é muito grande, portanto, caso haja alterações persistentes de olfato, um médico otorrinolaringologista deve ser consultado para a investigação da causa e indicação do tratamento.

 

Perda de olfato tem cura?

A recuperação do olfato depende principalmente de três fatores: idade em que ocorreu a perda, o grau de diminuição da capacidade do olfato e o tempo decorrido desde a perda. Os estudos mais recentes não relacionaram a causa do problema olfatório com a menor chance de recuperação. De maneira resumida, pessoas que iniciam quadro de perda olfatória em idade mais avançada, apresentando perda há mais tempo e de grau mais severo tem uma recuperação menor comparada às pessoas mais jovens, com diminuição do olfato mais leve e com menos tempo de início.

O tratamento da causa da anosmia pode corrigir o problema em muitos casos. Em casos em que a sua causa não é identificada, as possibilidades terapêuticas são limitadas.

Algumas possibilidades de tratamento são: treinamento olfatório, alteração dos medicamentos que podem estar prejudicando o olfato; anti-histamínicos em caso de alergias; cirurgia para corrigir bloqueios; tratamentos dos distúrbios que estão afetando o olfato (rinossinusite crônica, por exemplo).

Em alguns casos, ainda não há curas conhecidas, como a perda de olfato devido ao envelhecimento, as demências (por exemplo o Parkinson e Alzheimer), anosmia congênita ou traumas com lesão do nervo olfatório, entre outras.

Em caso de alterações no olfato, é importante a consulta de um médico especializado (otorrinolaringologista) para a avaliação e resolução do problema. A Clínica Olfact, a primeira clínica especializada em olfato no Brasil, possui vasta experiência em casos complexos de perda de olfato e oferece grande auxílio para a resolução desse problema. Teste seu olfato agora mesmo realizando o nosso teste olfativo.

Recent Posts
Entre em contato conosco

Responderemos o mais breve possível.

WhatsApp chat