In Olfact

O neuroepitélio olfatório é sensível às exposições químicas ambientais. Uma agressão persistente por agente tóxico pode resultar em alterações no olfato, culminando, inclusive, na perda sua perda total.

No ano de 2008, um médico, após desinfestação de seu consultório com um inseticida à base de piretrina, desenvolveu irritações nasais e fantosmia (odor percebido sem estímulo olfatório). Com exposições constantes a este ambiente, a percepção do odor pelo médico foi diminuindo progressivamente até desencadear em anosmia (perda total de olfato).

Relacionou-se a perda da capacidade olfatória à exposição elevada ao inseticida. Compostos contendo piretrinas e seus derivados -como o inseticida relatado- acarretam danos ao sistema nervoso central. Eles afetam os canais de sódio (Na+), importantes na fisiologia do sentido do olfato.

Bibliografia: Gobba F. e Abbacchini C. Anosmia after exposure to a pyrethrin-based insecticide a case report. International Journal of Occupational Medicine and Environmental Health 2012;25(4):506 – 512. DOI 10.2478/S13382-012-0060-4

Recent Posts
Entre em contato conosco

Responderemos o mais breve possível.

WhatsApp chat