In Olfact

Ao respirarmos, inalamos as partículas presentes no ambiente, para dentro da cavidade nasal. Essa cavidade é revestida por mucosa respiratória e olfatória. A mucosa olfatória humana apresenta de 10-20 milhões de neurônios, que captam as moléculas de odor e as enviam para o cérebro, onde serão reconhecidas.

O olfato humano tem a capacidade de sentir até dez mil tipos de odores. A capacidade olfatória varia diariamente de acordo com as alterações biológicas e emocionais de cada indivíduo. Algumas doenças sazonais podem afetar olfato, bloqueando a passagem do cheiro, como a rinite e os pólipos, ou destruindo a mucosa nasal, como as gripes e os resfriados. Ademais, há estudos que comprovam que a poluição auxilia na perda de olfato quando analisa-se indivíduos que habitam a zona urbana em contraposição aos que habitam a área rural.

Bibliografia :
Calderón-Garcidueñas L, Franco-Lira M, Henríquez-Roldán C, Osnaya N, González-Maciel A, Reynoso-Robles R, Villarreal-Calderon R, Herritt L, Brooks D,Keefe S, Palacios-Moreno J, Villarreal-Calderon R, Torres-Jardón R, Medina-Cortina H, Delgado-Chávez R, Aiello-Mora M, Maronpot RR, Doty RL. Urban air pollution: influences on olfactory function and pathology in exposed children and young adults. Exp Toxicol Pathol. 2010 Jan;62(1):91-102. doi: 10.1016/j.etp.2009.02.117. Epub 2009 Mar 17.

Recent Posts
Entre em contato conosco

Responderemos o mais breve possível.

WhatsApp chat