In Olfact

A prática regular de atividades físicas pode diminuir o risco de perda da capacidade olfatória. Isso ocorre devido à melhora obtida no funcionamento geral do cérebro, incluindo as regiões responsáveis pela detecção e pelo reconhecimento de odores.

Em pesquisa realizada, pessoas que relataram se exercitar pelo menos uma vez por semana tiveram uma redução do risco de perda do olfato. Esse fato seria importante para um envelhecimento saudável, por manter um bom paladar e, assim, o estímulo de uma ingesta alimentar adequada mesmo com o avanço da idade.

Todavia, somente a prática de exercícios físicos não é a garantia de um olfato menos comprometido. Há estilos de vida que oferecem maiores riscos à capacidade olfativa, como o hábito de fumar, a inalação de substâncias tóxicas  e a exposição contínua a poluentes atmosféricos.

Bibliografia:
Nasal functional modifications after physical exercise: olfactory threshold and peak nasal inspiratory flow.
Marioni G, Ottaviano G, Staffieri A, Zaccaria M, Lund VJ, Tognazza E, Coles S, Pavan P, Brugin E, Ermolao A.. Rhinology. 2010 Sep;48(3):277-80. doi: 10.4193/Rhin09.141.

Recent Posts
Entre em contato conosco

Responderemos o mais breve possível.

WhatsApp chat